Media Shots - Digital Storytelling | STORY ABROAD – HISTÓRIAS NO CURRÍCULO
Usar as histórias digitais para validar e cruzar experiências de trabalho e estudos no estrangeiro é o objetivo deste projeto financiado pela Comissão Europeia que para além de Portugal, representado pela Media Shots, reúne entidades parceiras de Itália, Estados Unidos da América, África do Sul, Brasil, Áustria, Suécia, Bélgica e Reino Unido. O objetivo é fomentar a partilha alargada destas aprendizagens formais e não formais, feitas durante experiências de mobilidade, tendo em vista a sua valorização e também o reforço da participação cívica dos jovens, dentro e fora do espaço Europeu.
histórias digitais, experiências de trabalho, projeto, Comissão Europeia, Media Shots, entidades parceiras, partilha, aprendizagem formal, aprendizagem não formal, mobilidade, participação cívica, jovens, espaço Europeu
15356
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-15356,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

STORY ABROAD – HISTÓRIAS NO CURRÍCULO

Contexto

Educação

Category
Conteúdos Estratégicos, Digital Storytelling, Story Mining
Tags
digital storytelling, Erasmus, estudantes, histórias digitais, jovens, Media Shots, participação cívica, União Europeia
About This Project

A Media Shots juntou-se a organizações da Suécia, Áustria, Itália, Reino Unido, Bélgica, Brasil, África do Sul e Estados Unidos para, através de histórias digitais sobre experiências de mobilidade, ilustrar as inúmeras competências informais, soft skills, que trazemos connosco cada vez que saímos para fora e vemos o mundo através de diferentes perspetivas culturais e geográficas.

Trabalhámos em Lisboa, em dois workshops, com estes novos cosmopolitas. Juntámos muitos voluntários europeus de origens diversas que trabalharam a complexidade das suas experiências.

 

Pensaram de forma criativa nas soluções que encontraram para se adaptar a diferentes ambientes e desafios, para mediar e gerir conversas que envolviam diversas culturas, competências muitas vezes “invisíveis”, mas cada vez mais valorizadas pelos empregadores, nestes tempos globais em que cada vez mais se circula e se aprende longe de casa, nos mais variados contextos.

 

ver o projeto Story Abroad em Portugal